A Mensagem do Presidente da CM

Prezados colegas da Columbus McKinnon

Como todos sabem, a filosofia da Columbus McKinnon é sempre cumprir todas as leis e regulamentações aplicáveis, seguir os mais altos padrões éticos e atuar como membros responsáveis das comunidades nas quais operamos. Este manual de conformidade normativa global e ética empresarial é aplicável a todos os funcionários, diretores, funcionários terceirizados e consultores da Columbus McKinnon Corporation. Ele foi preparado para nos ajudar a entender e seguir esses princípios.

Não esperamos que você se torne um especialista em legislação apenas com a leitura deste manual, mas que siga os princípios que ele descreve para ter conhecimento de determinadas leis e regulamentações e ser capaz de reconhecer problemas relevantes. Acima de tudo, esperamos que você procure ajuda
quando necessário. Lembre-se de que é sempre melhor perguntar primeiro para evitar problemas no futuro. A base de qualquer sistema de ética é a honestidade
e a integridade do nosso pessoal. Tenho orgulho de estar associado a vocês em uma organização que construiu uma reputação justamente por ter um alto grau de honestidade e integridade e sei que compartilham do meu desejo de manter estes altos padrões. Precisamos continuar fazendo jus a esta reputação todos os dias. O requisito de operar dentro da lei é apenas o começo da nossa responsabilidade ética. Leia e guarde esta publicação para que todos possamos nos unir com o objetivo de assegurar a prática contínua dos mais altos padrões de honestidade e integridade. Como sempre, ligue para esclarecer dúvidas, consulte seu supervisor ou, se preferir, entre em contato com o Diretor de Conformidade, ligando para Tel.: (55) 11 4613-4900- Fax: (55) 11 4612-4853 Topo^

Atenciosamente
Timothy T. Tevens
Presidente e CEO

Na Columbus McKinnon Corporation e em suas empresas subsidiárias em todo o mundo ("CMCO" ou a "Empresa"), os executivos de nível sênior são responsáveis
por definir padrões de ética empresarial e supervisionar a conformidade com esses padrões. Como funcionários da CMCO, frequentemente nos deparamos com diversas questões éticas e legais. A maneira pela qual resolvemos essas questões deve estar de acordo com os valores e princípios básicos da Empresa. Esperamos que todos os nossos funcionários cumpram as leis e tenham um comportamento ético.
Este manual fornece orientações gerais para que os diretores,
os representantes e os funcionários da Columbus McKinnon possam solucionar diversas questões legais e éticas. Os funcionários que trabalham com marketing e em áreas especializadas, como contratos com o governo e questões regulamentares (por exemplo, meio ambiente, exportações, tributação e alfândega), também deverão cumprir todas as orientações funcionais relativas a essas áreas.
Este Manual de conformidade normativa (o "Manual") foi elaborado para oferecer aos representantes, diretores, funcionários, funcionários terceirizados e consultores da Empresa ("funcionários da CMCO"), às pessoas com as quais fazemos negócios e ao público em geral uma declaração formal do compromisso da Empresa com os padrões e as regras de conduta empresarial ética. Todos os funcionários da CMCO devem cumprir os padrões contidos no Manual, relatar imediatamente qualquer suposta violação ao supervisor, ao chefe do departamento ou ao Diretor de Conformidade(l) e ajudar nas investigações de qualquer atitude inadequada.
É nossa política impedir a ocorrência de comportamentos anti éticos ou ilegais, interromper qualquer comportamento desse tipo assim que ele for descoberto e disciplinar as pessoas que violarem os padrões contidos no Manual, incluindo os indivíduos responsáveis por não reportar uma violação.
Nenhum manual de conformidade normativa é capaz de cobrir todas as circunstâncias ou antecipar todos os tipos de situações. Consequentemente, os funcionários da CMCO que encontrarem situações que levantem questionamentos legais ou éticos não abordados especificamente por este Manual deverão aplicar a filosofia e os conceitos gerais deste Manual à situação, bem como os mais altos padrões éticos. Se mesmo assim você ainda tiver dúvidas, as circunstâncias específicas deverão ser analisadas com o supervisor imediato, com o chefe do departamento ou com o Diretor de Conformidade. Funcionários terceirizados e consultores devem consultar diretamente o Diretor de Conformidade.
Devido à necessidade contínua de reavaliar e esclarecer nossas práticas, o conteúdo deste Manual será revisado periodicamente e atualizado conforme necessário. Além disso, cada departamento ou negócio, independentemente da localização, poderá adotar outros materiais de conformidade que se apliquem especificamente aos funcionários do departamento ou negócio em questão. Treinamentos serão oferecidos para garantir que todos os funcionários entendam as responsabilidades normativas. Se você tiver alguma dúvida sobre a interpretação ou a aplicação das orientações deste Manual - ou sobre as orientações e os procedimentos adotados pelo seu departamento -, será sua responsabilidade consultar seu supervisor imediato, o chefe do departamento ou o Diretor de Conformidade. Topo^

Os funcionários são incentivados a fazer perguntas, sugestões e reclamações sobre o material deste Manual, para que a empresa possa tomar providências.
Nossa porta estará sempre aberta. Os funcionários podem levar essas questões ao supervisor, ao chefe de departamento e ao Diretor de Conformidade.
As preocupações dos funcionários são importantes para nós e sempre incentivamos uma comunicação franca. O trabalho de um funcionário não será afetado negativamente se ele optar pelo uso desse procedimento. No entanto, se qualquer diretor, representante ou funcionário da CMCO tomar conhecimento de qualquer circunstância ou prática que:

1. envolva uma violação ou possível violação de uma lei federal, estadual, municipal ou estrangeira ou outra violação ou possível violação das políticas, e dos padrões estabelecidos neste Manual ou

2. vá contra os interesses da CMCO, essa circunstância ou prática deverá ser reportada o mais rápido possível. Diretores e representantes deverão reportar, pessoalmente ou por escrito, a circunstância ou prática em questão para o Diretor de Conformidade. Os funcionários que não forem diretores ou representantes deverão reportar essa circunstância ou prática para o Diretor de Conformidade ou para o seu supervisor direto ou chefe de departamento. Se o funcionário preferir,
a menos que seja proibido pelas leis, regras ou regulamentações locais, a denúncia poderá ser feita anonimamente.
Os supervisores e chefes de departamento que receberem uma denúncia deverão encaminhá-la prontamente para o Diretor de Conformidade, que deverá investigar a referida circunstância ou prática. Depois da investigação, a Empresa deverá tomar as medidas apropriadas para solucionar a circunstância ou a prática e manter os padrões descritos neste Manual, incluindo, sem limitação, a adoção de medidas disciplinares apropriadas para qualquer indivíduo que tenha violado os padrões definidos neste Manual e, quando permitido, qualquer indivíduo que deveria ter detectado, denunciado ou evitado essas violações. Se, na opinião do Diretor de Conformidade, tiver ocorrido uma possível violação da lei, o Diretor de Conformidade deverá determinar se é apropriado ou necessário informar a violação às autoridades responsáveis e deverá fornecer ou providenciar o fornecimento das informações apropriadas ou necessárias imediatamente. Os padrões definidos neste Manual serão aplicados a todos os níveis hierárquicos de forma justa e sem distinção. De acordo com as obrigações legais e os processos de aplicação estabelecidos neste Manual e sujeito a qualquer lei, regra ou regulamentação local contrária, adotaremos medidas razoáveis para manter a confidencialidade da identidade de qualquer pessoa que tenha sido alvo de denúncias, a menos ou até que seja determinado que ocorreu uma violação. Da mesma forma, mas de acordo com qualquer lei, regra ou regulamentação local contrária, adotaremos medidas razoáveis para manter em sigilo a identidade de qualquer pessoa que denuncie uma violação.

A EMPRESA NÃO TOLERARÁ, SOB NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA, A OFERTA DE RECOMPENSAS DE QUALQUER TIPO PARA QUALQUER PESSOA QUE TENHA DENUNCIADO DE BOA-FÉ UMA VI0LAÇÃO OU POSSÍVEL VIOLAÇÃO DE QUALQUER LEI, REGULAMENTAÇÃO OU DAS POLÍTICAS CONTIDAS NESTE MANUAL.
QUALQUER TENTATIVA DE RETALIAÇÃO CONTRA ESSA PESSOA RESULTARÁ EM MEDIDA DISCIPLINAR, QUE PODERÁ INCLUIR A RESCISÃO DO VÍNCULO EMPREGATÍCIO. Topo^

Informações privilegiadas

Os tópicos a seguir são procedimentos que devem ser seguidos por todos os funcionários da CMCO, em todos os níveis hierárquicos, devido às nossas responsabilidades como empresa pública.

1. Proibição da comercialização de ações da Columbus McKinnon Corporation após a obtenção de informações materiais não divulgadas. Se você tomar conhecimento de informações materiais relacionadas à Empresa que não tenham sido divulgadas para o público nos últimos dois dias, estará proibido de comercializar ações da CMCO ou de divulgar essa informações, direta ou indiretamente, para qualquer outra pessoa com o intuito de permitir que essa pessoa comercialize ações da CMCO. É difícil descrever de forma abrangente o que constitui uma informação "material", mas você deve considerar que qualquer informação, positiva ou negativa, que possa ser significativa para qualquer investidor determinar se vale a pena vender, comprar ou manter ações da CMCO deverá ser considerada material. A informação pode ser significativa para esse propósito mesmo que não seja suficiente para determinar a decisão do investidor.
Exemplos desse tipo de informação incluem a possível aquisição de uma empresa, informações sobre finanças internas que divergem de alguma forma do que o mercado espera ou tem conhecimento, desenvolvimentos de produtos importantes, o fechamento ou a perda de um grande contrato ou uma transação financeira importante. É importante ter em mente que essa lista é meramente ilustrativa. A política publicada da Empresa contra a divulgação de informações privilegiadas foi divulgada em todas as instalações da Empresa. Entre em contato com o Diretor de Conformidade caso deseje receber uma cópia dessa política ou se ela não tiver sido divulgada na sua localidade.

2. Confidencialidade Sérios problemas podem ser causados para a CMCO devido à divulgação não autorizada de informações internas sobre a Empresa, independentemente dessas informações terem o objetivo de facilitar a comercialização indevida de ações. Os funcionários da CMCO não devem debater
questões internas da empresa ou desenvolvimentos com qualquer pessoa de fora da Empresa, exceto se necessário para o cumprimento dos deveres corporativos.
Essa proibição se aplica especificamente (mas não exclusivamente) a perguntas sobre a Empresa que possam ser feitas por jornalistas que cubram a área financeira, analistas de investimentos ou outros membros da comunidade financeira. É importante que todas as comunicações em nome da Empresa sejam divulgadas por um representante designado apropriado e sob circunstâncias cuidadosamente controladas. A menos que você esteja expressamente autorizado
a fazer o contrário, se receber qualquer pergunta dessa natureza, não faça qualquer comentário e encaminhe a pessoa que fez a pergunta ao CFO da CMCO, que pode ser contatado no telefone (11) 4613-4900. Se você tiver qualquer dúvida em relação às suas responsabilidades de acordo com estas orientações, antes de tomar uma atitude, busque esclarecimentos e orientações com o Conselheiro geral da CMCO, que pode ser contatado no telefone (716) 689-5400.
Não tente resolver incertezas sozinho. Esperamos que todos os funcionários, em todos os níveis hierárquicos, cumpram esses procedimentos.
O não cumprimento desses procedimentos pode resultar em dificuldades legais para você e para a Empresa, incluindo a possibilidade de danos civis e penalidades criminais. O não-cumprimento desses procedimentos pode ser considerado uma questão extremamente séria e a base para o encerramento do vínculo empregatício. Topo^

Violação de direitos autorais

Além de proibir a reprodução não autorizada de materiais por escrito ou em vídeo, as leis de direitos autorais podem implicar em penalidades criminais para todas
as formas de violação ilegal de direitos autorais, incluindo, em particular, a cópia de softwares. Da mesma forma, a menos que garantido por um contrato de licenciamento válido ou permitido de outra forma pela legislação aplicável, é estritamente contra a política da CMCO que qualquer funcionário copie ou reproduza
de outra forma qualquer material que esteja protegido por leis de direitos autorais. Se precisar de conselhos nessa área, consulte o seu gerente ou o Diretor de Conformidade.

Falsificação de registros

As leis federais exigem que a CMCO garanta que seus registros contábeis reflitam com precisão a verdadeira natureza das transações representadas.
Portanto, em todas as nossas operações, vai contra a política da Empresa e é possivelmente ilegal qualquer funcionário fazer com que os registros contábeis
fiquem imprecisos. Os registros da Empresa devem ser mantidos de uma forma que garanta a precisão e a possibilidade de comprovação de todas as transações. Entradas artificiais ou falsas nunca devem ser feitas em qualquer registro contábil ou registro da CMCO ou em qualquer registro público por qualquer motivo e as entradas permanentes nos registros da CMCO também não devem ser alteradas. Nenhum pagamento ou recibo em nome da CMCO poderá ser aprovado ou feito com a intenção ou o entendimento de que qualquer parte do pagamento ou do recibo deverá ser usada com uma finalidade diferente da descrita nos documentos
que comprovam a transação. Transações e contas não documentadas, quando não houver registro de recebimentos ou despesas nos registros contábeis corporativos, são estritamente proibidas. É muito importante que os funcionários não criem nem participem da criação de registros que tenham a intenção de mascarar ou esconder a verdade sobre qualquer transação. Os funcionários só deverão assinar documentos e registros que eles reconheçam como verdadeiros
e honestos e que tenham autorização para assinar.

Retenção de registros

O descarte ou a destruição de registros e arquivos da CMCO não é um processo arbitrário. Práticas legais ou normativas exigem a retenção de vários registros por períodos específicos, particularmente nas áreas fiscal, de Recursos Humanos, saúde e segurança, ambiental, contratos e corporativa. Além disso, quando houver pendências em litígios ou em investigações ou auditorias do governo, registros relevantes não deverão ser destruídos até que a questão seja encerrada.
A destruição de registros para evitar que eles sejam usados em um processo legal pode constituir crime. Consulte o seu supervisor ou o Diretor de Conformidade para obter informações sobre a política de retenção de registros da CMCO e sobre os períodos de retenção e as restrições aplicáveis a tipos específicos de registros.

Propriedade da CMCO

Para proteger os interesses de nossos acionistas e clientes, a contabilidade precisa de todos os ativos e despesas é absolutamente necessária. Os funcionários devem adotar precauções adequadas para proteger os ativos da CMCO. Os funcionários devem cuidar de forma adequada das propriedades e dos equipamentos da Empresa, o que inclui o uso, a manutenção, a segurança e a proteção contra roubo e vandalismo. Exceto no caso de benefícios cobertos em programas formais, como instalações de recreação e veículos da Empresa, as propriedades e os equipamentos da CMCO não deverão ser usados para beneficio pessoal do funcionário. Essa proibição inclui itens como veículos, equipamentos de construção, ferramentas e equipamentos audiovisuais. Em situações nas quais o uso inapropriado possa ser necessário, uma autorização prévia por escrito é exigida de um representante ou chefe de departamento da CMCO, especificando o propósito do serviço para a empresa ou para a comunidade. Itens de propriedade da Empresa não devem ser descartados, independentemente do seu valor, sem a devida autorização e documentação. O uso pessoal inapropriado de propriedades da CMCO, incluindo telefones, computadores, equipamentos, equipamentos de escritório, materiais, serviços ou suprimentos, não é aceitável.

Ferimentos no local de trabalho

Ferimentos e doenças ocupacionais são geralmente cobertos pelas leis locais que regem a compensação de trabalhadores e acidentes industriais.
Todos os ferimentos relacionados ao trabalho devem ser reportados. Caso você seja ferido enquanto estiver empregado ou participando de um evento
patrocinado pela Empresa, precisará assegurar que seu supervisor direto ou o chefe do departamento sejam avisados imediatamente.
Eles o ajudarão a preencher os formulários de relatório apropriados ou reportarão os ferimentos às autoridades relevantes.

Abuso de álcool e entorpecentes

Reconhecemos que o abuso de álcool ou entorpecentes pode afetar o ambiente de trabalho. A CMCO tem um sólido compromisso, perante seus funcionários, de oferecer um ambiente de trabalho seguro. Sendo assim, a Empresa proíbe a posse, o uso, a compra, a venda ou a transferência de substâncias de uso controlado
e de utensílios para o uso de drogas. Além disso, o consumo de álcool pelos funcionários durante o expediente é proibido.
A Empresa também proíbe os funcionários de comparecer ao trabalho sob a influência de álcool ou de substâncias de uso controlado.
As violações dessa política resultarão em ações disciplinares que podem incluir a rescisão do vínculo empregatício.

Oportunidades de emprego igualitárias

A CMCO é um empregador que oferece oportunidades igualitárias e não discriminará candidatos, funcionários ou trainees com base em origem, sexo, estilo de vida,
orientação sexual, idade, estado civil ou gravidez, características genéticas, etnia, nacionalidade ou raça, opiniões políticas, atividades sindicais ou pro-bono, crença religiosa, aparência física, sobrenome, saúde ou deficiência. Esta política estende-se a todas as ações dos funcionários, incluindo, sem limitação, contratações, transferências, promoções, rebaixamentos de posto, administração de compensações e benefícios, participação em treinamentos promovidos pela Empresa, programas educacionais e sociais, cortes, readmissões e rescisões.

Discriminação e assédio

A CMCO proíbe qualquer forma de discriminação e assédio entre seus funcionários. Em particular, a CMCO não tolerará assédio moral, assédio sexual ou abuso por parte de qualquer um de seus funcionários. Embora cada caso precise ser avaliado individualmente, o assédio moral e o assédio sexual são geralmente definidos da seguinte forma:
• O assédio moral é constituído por ações repetidas cujo propósito ou efeito é causar a deterioração das condições de trabalho de uma forma que possa infringir os direitos e a dignidade de um funcionário, prejudicar sua saúde física ou mental ou pôr em risco seu crescimento profissional.
• O assédio sexual consiste em um ato de assédio de natureza sexual cometido por uma pessoa com o objetivo de obter favores sexuais em benefício próprio ou em benefício de um terceiro ou com o objetivo de criar um ambiente de trabalho intimidador, hostil ou ofensivo.
Se você for vítima de assédio no local de trabalho ou achar que foi tratado de forma ilegal e discriminatória, reporte prontamente o incidente ao seu supervisor imediato, ao chefe do departamento, ao gerente de Recursos Humanos local, ao Vice-Presidente de Recursos Humanos ou ao Diretor de Conformidade.
Qualquer uma das pessoas citadas garantirá que uma investigação seja conduzida e concluída com a maior rapidez possível. Sua reclamação será tratada com
o máximo de confidencialidade possível. Como afirmado anteriormente, a CMCO proíbe qualquer retaliação contra um funcionário que faça uma reclamação de discriminação ou assédio ou que testemunhe, auxilie ou participe de alguma forma da investigação. Se a Empresa determinar que um funcionário participou de atos de assédio ou discriminação ilegais ou de retaliações contra outros funcionários, serão tomadas medidas disciplinares apropriadas contra o funcionário que cometeu a ofensa, sendo que essas medidas podem incluir até a rescisão do vínculo empregatício. Topo^

Conflitos de interesses

Os funcionários da CMCO devem levar em consideração os interesses da Empresa e fazer o julgamento mais imparcial possível de todos os assuntos que afetem a CMCO. Até a pessoa mais bem intencionada pode ser influenciada ou aparentar estar sendo influenciada - se as transações ou decisões comerciais feitas por essa pessoa em nome da Empresa afetarem os interesses pessoais ou econômicos da pessoa ou de seus familiares. Para manter a independência das ações e dos julgamentos, é necessário evitar possíveis compromissos ou a impressão de que existe um compromisso.

1. Os funcionários que, com ou sem compensação, prestarem serviços ou atuarem no conselho de diretores de qualquer pessoa, grupo ou organização que venda ou que esteja tentando vender para a CMCO ou que seja cliente da CMCO e os funcionários que tenham um interesse financeiro em qualquer organização que venda ou que esteja tentando vender para a CMCO ou que seja cliente da CMCO deverão informar esses conflitos por escrito para o Diretor de Conformidade.

2. A solicitação ou a aceitação de dinheiro ou de serviços para o uso pessoal de um funcionário por parte de qualquer cliente, fornecedor ou pessoa que esteja tentando fazer negócios com a CMCO em troca de ações favoráveis será considerado suborno, poderá ser ilegal e constituirá motivo para ações que podem incluir a rescisão do vínculo empregatício.

3. A Empresa deseja tratar todas as pessoas e as empresas com as quais mantém relações comerciais de forma justa e imparcial. A oferta ou a aceitação de presentes pode ser interpretada como uma tentativa de influenciar indevidamente essas relações. Geralmente, você não deve oferecer nem aceitar presentes que não tenham valor simbólico ou entretenimento que seja mais caro que as despesas usuais. Não é permitido dar dinheiro de presente. Use o bom senso quando achar que um presente é impróprio e deve ser recusado, para evitar constrangimentos e violações não intencionais da lei. Os entretenimentos de negócios são uma área ambígua. Aceitar que o cliente pague um almoço ou um jantar de negócios ou fazer uma viagem para ir a um evento esportivo ou ao teatro é geralmente permitido. Mas um propósito comercial claro deve estar envolvido. Caso você não tenha certeza se o presente ou o entretenimento são apropriados, consulte o Diretor de Conformidade.

4. O uso do nome ou do poder de compra da CMCO para obter descontos ou abatimentos em compras feitas para uso pessoal que não forem ofertas para funcionários é inapropriado.

5. Parentes do Presidente, dos Vice-Presidentes, dos membros do Conselho de Diretores e de outros funcionários da CMCO que tenham sido designados por escrito pelo Presidente não poderão ser contratados pela CMCo. Além disso, os funcionários não poderão trabalhar sob a supervisão geral ou imediata de um parente. Topo^

Conformidade com leis antitruste

O governo federal dos Estados Unidos, a maioria dos governos estaduais, a Comunidade Econômica Européia e várias outras nações adotaram leis antitruste.
Em termos gerais, essas leis tornam ilegal a participação em atividades que reduzam a concorrência ou limitem o comércio. As leis antitruste foram criadas para garantir a existência de W11 mercado competitivo para empresas e consumidores. A CMCO acredita firmemente nesses princípios e tem como política o respeito
a todas as leis antitruste. As penalidades para as violações das leis antitruste são severas. Você pode perder seu emprego, ter que pagar multas altas ou ser preso. Além disso, suas ações impróprias podem fazer com que a Empresa pague multas altas ou expor a Empresa a responsabilidades criminais ou a processos civis por danos. Mesmo que seja concluído que não houve violação das leis antitruste, se você for suspeito de uma violação, a consequente investigação e as acusações podem causar transtornos e despesas substanciais para você, para a sua família e para a Empresa

1. Definição de preços. A área mais perigosa das leis antitruste envolve os preços e os procedimentos de definição de preços. Está claro que, a menos que a definição de preços seja de natureza unilateral (isto é, feita de forma independente pela Empresa, sem qualquer consentimento, acordo ou entendimento com outra empresa ou pessoa), problemas jurídicos substanciais ocorrerão devido às leis antitruste. A Empresa deve sempre definir os preços de cada um de seus produtos de forma independente. Portanto, nenhum funcionário da Empresa tem permissão para discutir ou trocar informações sobre custos ou sobre termos ou condições de venda com qualquer concorrente. Os tópicos a seguir são exemplos de acordos com concorrentes, firmados por meio de contato expresso ou de entendimentos por escrito, que constituem uma violação das leis antitruste.

• Fixar preços de venda (máximo, mínimo ou outro tipo de preço);
• Alterar preços simultaneamente;
• Fixar o preço de compra de matérias-primas;
• Limitar a produção;
• Dividir mercados;
• Não fazer propostas em relação a pedidos ou empregos;
• Interromper a venda para um ou mais clientes;
• Não anunciar preços;
• Não vender abaixo de um certo preço mesmo quando não houver acordo em relação ao preço exato a ser cobrado;
• Não comprar de determinadas pessoas ou classes de clientes nem vender para essas pessoas ou classes de clientes:
• Não vender nem comprar em uma determinada área de mercado.

Muitas dessas ações não são proibidas pelas leis antitruste se forem feitas de forma unilateral. No entanto, elas podem facilmente resultar em acusações de violação de leis anti truste se parecer que a Empresa agiu com base em um acordo com um concorrente. Se você tiver alguma dúvida sobre a propriedade de qualquer ação contemplada nessas áreas, consulte o Diretor de Conformidade antes de tomar qualquer atitude.

2. Encontros do setor e associações de comércio Reuniões de associações de comércio e outros encontros do setor podem ser uma área perigosa levando-se em consideração as leis anti truste, pois reúnem concorrentes, pessoas com interesses e problemas em comum, que têm muita probabilidade de debater assuntos de interesse mútuo. Os problemas mais sérios têm chance de surgir em encontros sociais informais, antes ou depois da parte oficial do encontro.
Seja particularmente cuidadoso nesses encontros para não conversar sobre os tópicos mencionados acima. Evite conversar com os concorrentes sobre quaisquer assuntos que não sejam amenidades. Evite se colocar em um posição na qual, após algum tempo, alguém possa lembrar que você conversou com concorrentes da CMCO. Sempre tenha em mente que as violações de leis antitruste são geralmente comprovadas por evidências circW1stanciais.
Qualquer contato com concorrentes, mesmo em reuniões de associações comerciais, encontros sociais ou atividades similares, é potencialmente perigoso. Qualquer contato deve ser feito com cautela e com o reconhecimento de que, independentemente da inocência do contato, ele poderá levar a acusações de
acordos de fixação de preços ou de outros acordos anti competitivos. Sempre que você tiver dúvidas sobre a propriedade do contato com concorrentes, encerre
o contato imediatamente e consulte o Diretor de Conformidade.

3. Lidando com fornecedores e clientes A condução de negócios com fornecedores e clientes pode gerar acusações de violação de leis antitruste e outros
problemas éticos ou legais. As orientações a seguir foram elaboradas para ajudar os funcionários a tomar decisões éticas nessas situações potencialmente difíceis.

a. "Comissões" e abatimentos A compra ou a venda de bens e serviços não deve fazer com que os funcionários ou seus familiares recebam, nem com que a CMCO ofereça, comissões ou abatimentos. "Comissões ou abatimentos" podem assumir várias formas e não estão limitados a pagamentos ou créditos diretos em espécie. Em geral, se você ou a sua família obtiver um ganho pessoal com a transação, ela será proibida. Essas práticas são antiéticas e, em muitos casos, ilegais.

b. Reciprocidade Em muitos casos, a CMCO compra bens e serviços de um fornecedor que também compra bens e serviços da CMCO. Essa prática é normal e aceitável, mas qualquer forma de pressão para obter reciprocidade com esse fornecedor, não. Os fornecedores não devem ser obrigados a comprar nossos produtos para se tomarem ou continuarem sendo fornecedores da CMCO.

c. Discriminação de preços Uma lei federal dos Estados Unidos (o Robinson-Patman Act) proíbe a venda dos mesmos produtos a preços diferentes ou sob diferentes termos, serviços ou descontos a diferentes clientes que sejam concorrentes ou cujos clientes sejam concorrentes na distribuição de produtos da CMCO.
Na maioria das circunstâncias, essa lei também proíbe a CMCO, ao comprar produtos, de induzir ou aceitar preços, termos, serviços ou descontos discriminatórios. Outros países podem ter leis similares e você deve estar ciente desses assuntos ou consultar o Diretor de Conformidade caso essas circunstâncias possam surgir, para determinar a aplicabilidade do Robinson-Patman Act ou de qualquer outra lei às ações contempladas.

4. Outras ações restritivas Outros tipos de atividades restritivas, como boicotes, rompimentos com revendedores e fixação de preços abaixo do custo, têm o potencial de violar leis antitruste. Se você não tiver certeza se uma atividade ou decisão envolve uma possível violação de uma lei antitruste, consulte seu supervisor imediato, o chefe do departamento ou o Diretor de Conformidade.

5. Relatórios periódicos precisos e oportunos A CMCO tem o compromisso de fornecer aos investidores informações claras, legíveis, precisas, oportunas e inteligíveis nos relatórios periódicos que precisa emitir. Nesse sentido, a CMCO deve:
• seguir sempre os princípios de contabilidade geralmente aceitos;
• manter um sistema de controles de contabilidade internos que fornecerão para a gerência garantias razoáveis de que todas as transações serão devidamente registradas;
• manter registros contábeis e registros que reflitam as transações da CMCO de forma precisa e legível;
• proibir o estabelecimento de qualquer fundo ou ativo não divulgado ou não registrado;
• manter um sistema de controles internos que ofereça para a gerência garantias razoáveis de que informações materiais sobre a Empresa sejam divulgadas para a gerência, particularmente nos períodos nos quais os relatórios periódicos da Empresa estejam sendo elaborados e
• apresentar informações de forma clara e ordenada e evitar o uso de jargão jurídico ou financeiro nos relatórios periódicos da Empresa. Topo^

Segredos comerciais e informações confidenciais

É importante que todos os funcionários protejam de forma apropriada os segredos comerciais e as informações confidenciais da CMCO e neguem qualquer acesso indevido a segredos comerciais e informações confidenciais a outras empresas, incluindo nossos concorrentes. Para proteger segredos comerciais e informações confidenciais, a CMCO poderá exigir que todos os funcionários assinem um contrato de confidencialidade.
As seguintes orientações o ajudarão a cumprir suas obrigações de conformidade:

1. Segredos comerciais ou informações confidenciais aos quais funcionários da Empresa possam ter acesso devem ser discutidos com outros funcionários da empresa apenas quando necessário.

2. A divulgação de segredos comerciais ou de informações confidenciais a qualquer pessoa de fora da empresa deve ser feita em conjunto com um contrato de divulgação aprovado firmado com terceiros.

3. Os funcionários devem ficar alertas quanto a divulgações não intencionais de segredos comerciais ou informações confidenciais que possam ocorrer em
conversas sociais ou em relações comerciais normais com fornecedores e clientes. Lembre-se de que segredos comerciais e informações confidenciais podem incluir informações confidenciais restritas que não são geralmente divulgadas e que são úteis ou valiosas para a CMCO ou que podem ser úteis ou valiosas para nossos concorrentes. Exemplos comuns incluem projetos de produtos e informações relacionadas, dados financeiros, números de vendas, novos projetos ou programas de publicidade planejados, áreas nas quais a CMCO deseja expandir sua atuação, listas de fornecedores, listas de clientes, pesquisas salariais de áreas ou setores da CMCO, análises de compensação da CMCO, planos de investimento de capital, ganhos estimados, planos de reestruturação estratégica, incluindo as mudanças de pessoal relacionadas, dados de testes, métodos de fabricação, preços dos nossos fornecedores, planos de aprimoramento de nossos produtos, invenções. pesquisa e desenvolvimento, especificações de produtos, custos e projeções de custos, desenhos, licenças e lucros e margens de lucro.
Para que um item seja considerado um segredo comercial ou uma informação confidencial, ele deverá ser similar em natureza e característica aos exemplos supracitados.

Normas ambientais e do local de trabalho

É política da Empresa cumprir todas as leis e regulamentações relativas ao meio ambiente e à segurança no local de trabalho. A prioridade mais importante da CMCO é proteger a saúde e a segurança de seus funcionários, de seus clientes e das comunidades nas quais atua. Além disso, multas substanciais e outras punições podem ser impostas à CMCO devido à violação das leis ambientais e trabalhistas aplicáveis. Nos Estados Unidos, a Occupational Safety and Healfh Administration exige a conformidade com normas específicas, incluindo a General Duty Clause, segunda a qual os empregadores devem propiciar um ambiente
de trabalho" ... livre de perigos identificáveis que estejam causando ou possam causar mortes ou danos físicos graves nos funcionários." Os requisitos incluem treinamentos para os funcionários, programas de segurança por escrito e inspeções no local de trabalho. Leis similares existem em outros países nos quais a CMCO opera. Essas leis incluem: a Diretiva-Quadro Europeia Relativa à Saúde e Segurança no Trabalho, que se aplica às nossas instalações nos países membros da União Europeia: a Emergency Preparedness and Occupational Health Directorate, no Canadá; a Production Safety Law, Labor Lawe outras leis relevantes que regem a segurança no local de trabalho na República Popular da China; e a Federal Regulation for Occupational Safety and Sanitation and the Environment, que especifica as responsabilidades do empregador e do funcionário no que se refere à saúde e à segurança no México. É responsabilidade da gerência local conhecer e cumprir todas as leis, regras e regulamentações aplicáveis a suas respectivas instalações. Para obter assistência nessa questão, entre em contato com o Diretor de Conformidade. Todos os níveis da gerência têm a responsabilidade de promover e encorajar continuamente práticas de trabalho seguras. Além disso, é essencial que todos os funcionários zelem pela segurança no local de trabalho, sigam todas as orientações e instruções de segurança estabelecidas pela CMCO e estejan1 atentos a todos os sinais de advertência, restrições e diretivas de segurança postadas no local de trabalho ou comunicadas de outra forma Isso inclui, sem limitação, vestir e usar todos os equipamentos de segurança e dispositivos de proteção apropriados, exigidos ou fornecidos. Departamentos individuais podem adotar requisitos e procedimentos de segurança aplicáveis aos funcionários desse departamento particular e a confom1idade com esses requisitos e procedimentos de segurança será obrigatória Qualquer violação dos procedimentos de segurança da CMCO ou a descoberta de qualquer condição de trabalho não segura deve ser imediatamente reportada para o seu supervisor imediato, para o chefe do departamento ou para o diretor de segurança, para o Gerente de Saúde e Segurança Corporativo da CMCO ou para o Diretor de Conformidade. É essencial que você se familiarize com as licenças, leis e regulamentações ambientais que se aplicam ao seu departamento e respeite-as. Os chefes de departamento fornecerão informações adicionais e treinamentos contínuos sobre proteção ambiental e segurança no local de trabalho para atender às necessidades de cada departamento. Se você souber ou suspeitar que uma violação na CMCO tenha ocorrido, esteja ocorrendo ou possa ocorrer no futuro, avise ao seu supervisor, ao chefe do departamento ou ao diretor de segurança, ao Gerente de Sistemas Ambientais da CMCO ou ao Diretor de Conformidade. A conformidade ambiental e a prevenção de acidentes são responsabilidades operacionais críticas. Elas exigem o mesmo controle e gerenciamento que é dispensado a outros aspectos da melhoria da eficiência nas operações. Portanto, os chefes de departamentos e os supervisores são diretamente responsáveis pelos esforços contínuos para proteger o meio ambiente e evitar acidentes.

Foreign Corrupt Practices Act

A Foreign Corrupt Practices Act é uma lei federal dos Estados Unidos que foi criada para evitar que as corporações e seus funcionários paguem subornos ou adotem medidas similares em países estrangeiros. A lei prevê punições severas para a Empresa e seus funcionários envolvidos em uma violação, incluindo multas severas e processos criminais. Constitui violação da política da CMCO qualquer diretor, representante, funcionário ou agente da CMCO ou de suas subsidiárias em todo o mundo oferecer ou fazer qualquer pagamento ou dar qualquer objeto de valor, direta ou indiretamente, para qualquer funcionário do governo ou para qualquer outra pessoa, sabendo (ou pressupondo) que esse ato resultará em pagamento para um funcionário do governo com o objetivo de fechar negócios, manter negócios, direcionar negócios para outras pessoas ou obter outro tipo de vantagem comercial.
A falsificação de registros e documentos de negócios pode ser uma violação da Foreign Corrupt Practices Act e de outras leis aplicáveis à CMCO.
Sendo assim, a política da CMCO contra a falsificação de registros deve ser sempre seguida (consulte 1lI.C. acima). Diversas outras convenções internacionais, além de leis de outros países, também combatem o suborno e outras forn1as de corrupção. Estes são alguns exemplos: A Convenção de Combate à Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Transações Comerciais da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (ratificada por 38 países, incluindo
a maioria dos países nos quais a CMCO possui operações significativas); a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção; a Convenção Interamericana contra Corrupção da Organização dos Estados Americanos (ratificada por mais de 30 países) e o U.K. Bribery Act 2010. Todas essas leis anticorrupção foram criadas para promover a integridade e a prestação de contas em transações comerciais e criminalizar o suborno e outras formas de corrupção. Eles possibilitam a cooperação entre os países signatários, para que seja possível prevenir e investigar casos de suborno e aplicar as devidas leis.
O Diretor de Conformidade da CMCO deverá ser consultado sempre que houver dúvidas sobre qualquer lei anti corrupção, sobre a legalidade de quaisquer transações propostas ou sobre qualquer aspecto das ações da CMCO, dentro ou fora dos Estados Unidos.

Boicotes internacionais

Não constitui política da CMCO firmar um acordo para não manter relações comerciais com um cliente ou cliente em potencial como parte de um boicote internacional ou participar de outra forma de qualquer prática de restrição de comércio internacional. Qualquer funcionário que receba uma solicitação para participar de qualquer boicote internacional ou de outra prática de restrição de comércio internacional deverá reportar a solicitação para o Diretor de Conformidade A Empresa poderá ser obrigada pelas leis federais dos Estados Unidos a reportar a solicitação para as autoridades apropriadas. Topo^

Contribuições para partidos políticos

Apenas o Conselho de Diretores da CMCO pode tomar decisões sobre contribuições para partidos políticos feitas pela Empresa ou em nome da Empresa.
O Conselho de Diretores não permitirá que a CMCO faça contribuições para partidos políticos quando essas contribuições forem ilegais ou impróprias.
Os funcionários não têm permissão, sob nenhuma hipótese, para fazer contribuições em nome da CMCO, direta ou indiretamente, para qualquer candidato ou
partido político ou para qualquer organização que possa usar a contribuição em beneficio de um partido político ou candidato.

Entretenimento e presentes

A Empresa tratará todas as pessoas e as empresas com as quais mantém relações comerciais de forma justa e imparcial. A aceitação de presentes, entretenimento, favores, descontos pessoais e gratuidades similares pode influenciar ou levantar questionamentos sobre a imparcialidade do destinatário,
manchar a reputação de tratamento justo da Empresa e violar leis anti comissão e antissuborno. Mal entendidos podem geralmente ser evitados por meio
da adoção de uma conduta que deixe claro que a CM CO e seus funcionários conduzem negociações de forma ética, sem buscar ou fazer favores especiais. Nenhum funcionário poderá entreter ou ser entretido ou oferecer ou aceitar presentes ou favores de valor em suas relações comerciais com qualquer pessoa ou empresa com a qual a CMCO mantenha relações comerciais, a menos que o entretenimento, os presentes ou os favores atendam a todas as condições listadas abaixo. Os funcionários deverão consultar o Diretor de Conformidade se tiverem alguma dúvida ou preocupação relativa à adequabilidade de qualquer entretenimento, presente ou favor. Para ser apropriado, o entretenimento, o presente ou o favor não deverá:
1. violar práticas comerciais aceitáveis;
2. ter valor alto ou um formato que possa ser interpretado como algo que vá influenciar ou recompensar uma determinada ação;
3. violar as leis aplicáveis e as normas éticas geralmente aceitas;
4. envergonhar a Empresa caso o fato seja divulgado publicamente e
5. ser usado para influenciar um funcionário, um  cliente ou um fornecedor de forma indevida ou para violar, sabidamente, as regras
de um cliente ou de um fornecedor que regem a aceitação de presentes e entretenimento.

Práticas antiéticas de terceiros que não são funcionários da CMCO

Você poderá de deparar com uma situação na qual tome conhecimento de possíveis condutas antiéticas ou ilegais por parte de uma pessoa que não seja um funcionário da CMCO. Por exemplo um cliente, um fornecedor ou um funcionário público podem oferecer ou aceitar um suborno ou uma "comissão".
Em uma situação desse tipo, todas as possíveis medidas devem ser tomadas para evitar qualquer participação direta ou indireta ou implicação nessa conduta.
Além disso, a possível existência de condutas anti éticas por parte de outras pessoas deverá ser imediatamente reportada para o supervisor imediato do funcionário, para o chefe do departamento ou para o Diretor de Conformidade. Sob nenhuma circunstância, um funcionário da CMCO deverá encorajar, direta ou indiretamente, condutas antiéticas, ilegais ou impróprias por parte de outra pessoa. Topo^

Os funcionários da CMCO devem respeitar as políticas da CMCO e sempre manter padrões apropriados de conduta. Como a CMCO acredita firmemente na conduta ética, se o comportamento de um diretor, representante, funcionário, empreiteiro ou consultor violar as políticas ou os padrões éticos definidos neste Manual ou interferir na operação ordenada e eficiente dos negócios da CMCO, medidas disciplinares apropriadas serão tomadas.
As medidas disciplinares podem incluir advertências verbais, advertências por escrito, suspensão não remunerada ou rescisão do vínculo empregatício.
A medida disciplinar apropriada será detem1inada pela Empresa. Sujeito à conformidade com as leis aplicáveis relacionadas a procedimentos disciplinares,
uma forma de medida disciplinar não necessariamente precederá outra. Topo^

As provisões deste Manual só poderão ser dispensadas para os diretores ou executivos mediante resolução dos diretores independentes da CMCO.
As provisões deste Manual podem ser dispensadas para funcionários que não sejam diretores ou executivos mediante determinação do Vice-Presidente de Recursos Humanos após a recomendação e o consentimento do Diretor de Conformidade Qualquer dispensa das provisões deste Manual concedida a um diretor ou executivo será divulgada publicamente, conforme exigido pela comissão de valores mobiliários ou pela associação na qual as ações da CMCO estejam listadas para negociação. Qualquer alteração ou dispensa em relação às provisões deste Manual para representantes financeiros de nível sênior serão divulgadas publicamente, conforme exigido pela Securities Exchange Commission. Topo^

Este Manual se aplica aos funcionários da CMCO em todo o mundo e afirma nosso compromisso com os mais altos padrões de integridade em nossas relações internas e com clientes, fornecedores, acionistas e outras pessoas nas comunidades nas quais vivemos e atuamos.
Mesmo que seja concluído que você não violou as políticas e regras estabelecidas neste documento, se você for suspeito de uma violação, a consequente investigação e as acusações poderão causar transtornos e despesas substanciais para você, para a sua família e para a CM CO. Os funcionários da CMCO receberão este Manual e deverão lê-lo com atenção. Dúvidas em relação ao conteúdo deste Manual deverão ser encaminhadas para o seu supervisor imediato,
para o chefe do departamento ou para o Diretor de Conformidade Os supervisores analisarão este Manual com seus funcionários pelo menos uma vez a cada dois anos.

0 Conselho General da CMCO (conselho corporativo) também pode exercer a função de Diretor de Conformidade. Topo^

CopyRight 2012 CM do Brasil - Todos direitos reservados | Todas as marcas citadas pertecem ao Grupo Columbus McKinnon (USA) exceto GN ROPE FITTINGS.